Justiça homologa seis acordos entre a Chape e familiares das vítimas do acidente aéreo - ClicRDC | Notícias de Chapecó e região

Justiça homologa seis acordos entre a Chape e familiares das vítimas do acidente aéreo

Segundo a Justiça do Trabalho de Chapecó, dos 27 processos ajuizados pelas famílias, 13 já foram conciliados; Os acordos tiveram um total de R$ 19 milhões

Foto: Luis Benavides/AP

Em audiência realizada na 1ª Vara do Trabalho de Chapecó, na segunda-feira (6), o juiz Carlos Frederico Carneiro homologou seis acordos entre a Chapecoense e familiares das vítimas do acidente aéreo, que matou 71 pessoas, em novembro de 2016, na Colômbia.

Leia Mais: Paulo Magro: “Não temos dinheiro sobrando na Chapecoense”

O valor total das indenizações chega a R$ 19 milhões. O pagamento será realizado em parcelas de até 120 meses (10 anos) ou como foi acordado com cada família. Segundo a Justiça do Trabalho, os processos que envolvem o acidente aéreo da Chapecoense tramitam sob segredo de justiça e por isso mais detalhes não serão divulgados. De acordo com o juiz Carlos Frederico Carneiro, a pedido das partes, os processos foram propositadamente desacelerados. “O segredo da conciliação foi que fizemos os processos andarem um pouco mais devagar que o normal, para dar mais tempo de negociação às partes”, afirmou. 

No Foro Trabalhista de Chapecó, todas as 27 ações protocoladas por familiares de jogadores e funcionários do clube foram distribuídas para a 1ª Vara do Trabalho. Segundo levantamento feito pela própria unidade, desse total, 13 processos já foram conciliados – incluindo os seis acordos de segunda-feira –, um teve sentença publicada e recurso, em análise no Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região (TRT-SC), e os outros 13 aguardam julgamento no primeiro grau.