Confronto direto: Chape recebe a Ponte Preta na Arena Condá

Duelo decisivo na luta contra a zona do rebaixamento inicia às 16h.

Em Campinas, no primeiro turno, a Ponte Preta venceu a Chape por 3 a 2 (Globoesporte.com)


Chapecoense e Ponte Preta possuem o mesmo número de pontos na tabela de classificação. O Verdão leva vantagem no saldo de gols, por isso iniciou a rodada na 14º colocação, um ponto a frente do Bahia, 17º colocado. A pressão por resultados é grande. Eliminadas no meio de semana da Copa Sul-Americana, Macaca e Chape precisam vencer para ficar longe dos quatro últimos do Brasileirão.

A Chapecoense, de Emerson Cris

A Chapecoense encara o jogo contra a Ponte Preta como um dos mais importantes da temporada de 2017. Uma vitória em cima dos paulistas representa se afastar do Z-4 e ir com o moral elevado para a sequência de duas partidas fora, contra Vasco e Botafogo. Ainda sob o comando do técnico interino, o Verdão não conta com Douglas Grolli, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Para sua vaga, Douglas fará sua estreia com a camisa da Chape.

A Ponte Preta, de Eduardo Baptista

Sem vencer há três partidas no Brasileirão, com duas derrotas e um empate, a Macaca aposta na chegada de Eduardo Baptista para sair do sufoco. Mas logo em seu primeiro jogo, o técnico tem de lidar com ausências importantes: Aranha, Renato Cajá e Emerson Sheik estão vetados pelo departamento médico. Por outro lado, os volantes Fernando Bob e Jadson voltam a ficar à disposição. O segundo tem tudo para ser a principal novidade entre os titulares. A dúvida fica em cima de quem assume a vaga de Cajá: o meia Léo Arthur e o atacante Felipe Saraiva brigam pela titularidade.

Serviço de jogo: Chapecoense x Ponte Preta

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)

Data: 24 de setembro de 2017, domingo

Horário: 16h (de Brasília)

Válido: 25ª rodada Brasileirão Série A

Provável Chape: Jandrei; Apodi, Douglas, Fabrício Bruno e Reinaldo; Moisés Ribeiro, Lucas Mineiro e Lucas Marques (Luiz Antônio); Wellington Paulista, Arthur Caíke e Túlio de Melo (Penilla, Alan Ruschel).
 
Provável Ponte Preta: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Luan Peres e Danilo Barcelos; Fernando Bob, Emerson Sheik e Renato Cajá; Felipe Saraiva e Lucca.
 

Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (CBF-RS). Auxiliado por Lúcio Beiersdorf Flor (CBF-RS) e Leirson Peng Martins (CBF-RS).