“Chape vai encontrar uma equipe totalmente diferente”, diz jornalista argentino, sobre o Defensa

Adversário do Verdão na Sul-Americana na noite de hoje, Defensa y Justicia sofreu um ‘desmanche’ no elenco após o jogo de ida, realizado em Buenos Aires

O Defensa y Justicia está totalmente modificado em relação ao jogo de ida da 2ª fase da Sul-Americana, realizado na Argentina, no dia 28 de junho. A começar pelo comando técnico. Apontado pela imprensa argentina como principal responsável pela ascensão do Defensa nas últimas temporadas, Sebastian Beccacece deixou o cargo de treinador para ser auxiliar de Jorge Sampaoli na Seleção Argentina. Em seu lugar, Nelson Vivas, ex-técnico do Estudiantes de La Plata, apresentado há um mês, modificou o esquema tático para o 4-4-2, bem mais conservador do que o 3-5-2 de Beccacece. 

Além disso, ao menos cinco jogadores que participaram do jogo de ida, vencido pelos argentinos por 1 a 0, não participarão do jogo. O experiente meia-atacante Jonas Gutiérrez, que participou da Copa do Mundo de 2010 pela Seleção Argentina, deixou o Defensa para jogar no Independente de Avellaneda. Já o atacante Andrés Rios foi anunciado nesta semana como novo reforço do Vasco da Gama. E o próprio autor do gol do time argentino no jogo de ida, Nicolás Marcelo Stefanelli, foi negociado com o AIK Estocolmo, da Suécia. As informações são do jornalista argentino Gaston Edul, da TyC Sports. 

Após o treino realizado na Arena Condá ontem à tarde, o técnico da Chapecoense, Vinícius Eutrópio, concedeu entrevista coletiva e falou sobre o time comandado por Nelson Vivas. “Eles tinham um esquema ousado (com o Beccacece). Colocavam muitos homens a frente da linha da bola, com apenas três jogadores atrás. Eu acredito que, pela característica do treinador (Nelson Vivas) e pelo momento que eles vivem, de estar em vantagem no placar, eles venham mais conservadores. No sentido de linhas mais estreitas, esperando mais. Porém, não tirando a característica argentina de marcar forte”, analisou Eutrópio.

As duas equipes se enfrentam hoje à noite, às 19h15, na Arena Condá, pelo jogo da volta da 2ª fase da Sul-Americana. A Chape precisa vencer por dois gols de diferença no tempo normal para se classificas às oitavas de final.

Nelson Vivas, ao centro, de cabelos grisalhos, comanda o Defensa y Justicia contra a Chapecoense. Ele está no cargo há um mês (Reprodução TyC Sports)


Confira o que disse o jornalista Gaston Edul ao programa “Golaço”, da Rádio Oeste Capital: