Chape não fará amistosos na pré-temporada - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Chape não fará amistosos na pré-temporada

Preparador físico explica porque o foco será voltado aos treinos

Robson Gomes, preparador físico do Verdão (Márcio Cunha)

O preparador físico da Chapecoense, Robson Gomes, conversou com a imprensa na tarde desta segunda (07). Entre as pautas abordadas, estiveram o ritmo da pré-temporada, lesões e o início de competições. Robson deixou claro que a Chape não fará amistosos até a estreia no Catarinense por conta do tempo escasso de preparação. Um jogo-treino ainda está sendo estudado, mas as chances de realização são pequenas.

O profissional, que chegou para compor a Comissão Técnica da Chape juntamente a Claudinei Oliveira, encara a nova temporada com otimismo. Abaixo estão os principais tópicos da coletiva.

Estrutura 

“Felizmente o clube nos possibilita uma condição espetacular. Temos todos os aliados para esse início de temporada. É claro que os atletas ‘sofrem’ um pouco no começo, mas já foi mais dolorido no passado. Hoje você trabalha com uma integração de todos os setores. Todos os trabalhos não são dissociados, já sofrem uma carga com bola desde o início. Nossa pré-temporada geralmente se estende até o dia 31 de Março e temos uma aceleração que ocorre até o dia 17. Provavelmente vão iniciar a competição os que estiverem com maior dosagem.”

Catarinense e Sul-Americana

“Nossos jogos de começo de ano não podem ser encarados como amistosos. Toda a competição é muito curta e tem que se pontuar para chegar entre os quatro. Essa é a ideia, e quanto mais chegar na ponta, mais traz a decisão pra casa. Então temos que ter seriedade nos primeiros jogos, mas esse paralelo vai ter que ocorrer”.

Comissão Permanente

“O sucesso da Chape até agora alcançado de sustentação e evolução credito muito à Comissão Permanente. A presença do professor Anderson Paixão, que ficou tanto tempo aqui, é um dos pilares de sustentação”.

Realização de amistosos

“O amistoso acaba te roubando três períodos: o dia anterior, o do amistoso e o seguinte. Então acho interessante colocar jogo treino progressivo, mas tem que ter tempo e infelizmente não temos esse ano. O melhor pra nós é aproveitarmos os treinamentos que temos”.

Lesões 

“O futebol é um esporte de lesão, são movimentos involuntários e, além deles, tem o adversário. Isso pode estar sujeito a lesão. Cada treinamento tem a sua importância e isso faz cada pilar de acréscimo para que no inicio da competição cheguemos com os atletas praticamente no ponto. Temos todos os controles de dosagem de carga, de trabalho, para que o atleta renda o mínimo possível para cada atividade sequencial”. 

*Informações de Gabriela De Toni.