Andrei Girotto: “A culpa não foi só do Mancini”

Volante da Chape agradeceu o trabalho prestado por Mancini, afirmou que novo técnico não precisará fazer muitos ajustes e citou que equipe tem ‘obrigação de vencer os jogos em casa’

O grupo de jogadores da Chapecoense voltou aos treinos na tarde de hoje. Enquanto os titulares fizeram um treino regenerativo na academia da Arena Condá, o restante do elenco participou de uma atividade no CT da Água Amarela, sob o comando do técnico interino Emerson Cris. 

A primeira entrevista coletiva após a demissão de Vagner Mancini foi realizada na sala de imprensa da Arena, na tarde de hoje, com o volante Andrei Girotto. O jogador defendeu o trabalho realizado pelo ex-treinador do Clube durante os sete meses de trabalho e falou sobre o próximo compromisso do Verdão no Campeonato Brasileiro, que está marcado para domingo (09), às 11h, contra o Atlético-PR, em Chapecó. Confira os principais trechos da entrevista:

Como o grupo recebeu a notícia da demissão de Mancini

O trabalho tem que continuar. A gente ainda sabe dos nossos objetivos que temos no ano. Ficamos tristes pela saída de Mancini, mas não cabe a gente comentar essa decisão da diretoria. Então vamos acolher muito bem o novo treinador que chegar e procurar acertar alguns pontos. Todo time precisa de ajustes. Estamos levando alguns que não podemos sofrer. Vamos tentar acertar isso durante a semana. 

Jogo contra o Atlético-PR

Em casa temos a obrigação de vencer sempre. Não importa a situação que o time vem passando. A gente vem de alguns jogos bons, como foi o do Fluminense, e temos que ressaltar o trabalho do Mancini, não só no último jogo, mas em todo o ano. Não tínhamos base nenhuma, estilo de jogo nenhum, e ele contribuiu demais com o nosso trabalho, deu uma cara para o time, uma identidade. 

Mancini é o único culpado pelos resultados negativos?

Com certeza não foi somente ele. Só tenho a agradecer a ele. Todo grupo agradece o trabalho que ele fez. E a Chapecoense também. Não é fácil pegar o grupo como ele pegou e transformar em resultados tão rápidos, como o bi-campeonato do Catarinense e a classificação na Libertadores. Nós temos um padrão de jogo, mas agora é dar volta por cima e conseguir a vitória no domingo. 

Andrei Girotto, com o colete laranja, concedeu entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (05)