Amaral inicia processo de transição para os gramados

Volante da Chape passou por cirurgia no joelho e permaneceu por quatro meses e meio no Departamento Médico

Volante Amaral iniciou os trabalhos de recuperação física nesta semana (Mateus Montemezzo)


O volante Amaral, de 30 anos, que pertence ao Palmeiras e está emprestado a Chapecoense até o fim desta temporada, iniciou nesta semana o processo de transição para os gramados. O jogador rompeu os ligamentos do joelho no dia 1º de março, durante jogo da Primeira Liga, contra o Atlético-MG. 

“O Amaral tinha sido submetido a uma cirurgia no ligamento cruzado anterior há oito anos e rompeu o enxerto desse ligamento. É uma lesão cirúrgica, vai ter que passar por outra operação e o tempo de recuperação é de seis meses”, explicou Carlos Mendonça, médico do Clube, na época. 

Amaral ficou quatro meses e meio no Departamento Médico, inclusive participando de sessões de fisioterapia. Na tarde desta quinta-feira (27), ele realizou um trabalho de tração no campo III do CT da Água Amarela, enquanto o grupo reserva treinou com bola, sob o comando do técnico Vinícius Eutrópio.

Embora o volante tenha iniciado um processo importante de recuperação, não há previsão definitiva para a volta aos jogos oficiais. O retorno de Amaral irá depender da sua evolução no dia-a-dia. O tempo médio de recuperação total, no caso específico desta lesão, é de dois a três meses. 

Veja o trabalho de tração realizado por Amaral durante treino no CT da Água Amarela: