Santa Catarina é segundo do país na geração de empregos em outubro

O estado de Santa Catarina foi o segundo do país na geração de empregos com saldo positivo de 9.743 postos de trabalho no mês de outubro, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quarta-feira, 21, pelo Ministério do Trabalho. O número é resultado da diferença entre 86.493 admissões e 76.750 desligamentos no período. O que significa uma expansão de 0,49% no estoque de empregos formais existentes.

Além de outubro, o ano de 2018 mostrou-se positivo na geração de empregos em SC. De acordo com o setor de Informação e Análise do Mercado de Trabalho da Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, o resultado dos dez primeiros meses (de janeiro a outubro) é o melhor dos últimos quatro anos. Nos últimos 12 meses, encerrados em outubro de 2018, o saldo foi de 35.788 novos vínculos de emprego no estado.

Dentre os setores que tiveram um saldo líquido positivo, destacam-se o comércio com 4.049 novos postos formais de trabalho e também o setor de serviços com uma expansão de 3.159 novos vínculos formais de trabalho. Já a indústria de transformação ampliou a geração de empregos com carteira de trabalho assinada em outubro com 1.770 novos postos de trabalho.

Os melhores resultados no mercado de trabalho formal em outubro foram registrados em Joinville (pelo terceiro mês consecutivo) com 1.431 novos postos de trabalho, Blumenau (+498) e Balneário Camboriú (+395). As três cidades sozinhas responderam por quase um quarto dos empregos formais criados no Estado no mês de outubro.