Liga suspende desfile de escolas de samba no Rio em 2018 após corte de recursos - ClicRDC | Notícias de Chapecó e região

Liga suspende desfile de escolas de samba no Rio em 2018 após corte de recursos

O Prefeito Marcelo Crivella afirma que as creches da cidade precisam de melhorias, e que este dinheiro seria melhor investido nas obras do que nos desfiles. 

Crédito: Divulgação Prefeitura Rio de Janeiro


As escolas de samba do Grupo Especial da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) do Rio de Janeiro divulgou uma nota no final da noite de ontem, quarta-feira (14),  informando que os desfiles das escolas do grupo especial do Rio de Janeiro no carnaval de 2018 não desfilarão após a decisão do prefeito do Rio, Marcelo Crivella, de cortar pela metade os recursos da subvenção destinados às escolas de samba.

A decisão da Liesa foi tomada durante uma reunião na sede da entidade com a participação de presidentes das escolas de samba. Segundo a nota, presidentes das escolas de samba e a Liesa  aguardam o agendamento de uma audiência já solicitada para tentar “encontrar uma solução para o problema”.

Crivella anunciou que dos 24 milhões que estavam no orçamento, apenas 12 milhões serão repassados para as escolas. Ele alega que as creches da cidade precisam de melhorias, e que este dinheiro seria melhor investido nas obras do que nos desfiles. 

Relembre:

Crivella é um famoso pastor evangélico que foi eleito Prefeito do Rio de Janeiro no ano passado. Durante a campanha, um dos motes usados pelos adversários para prejudica-lo  era que ele iria diminuir os investimentos do carnaval, por acreditar que a festa não dava lucro para a cidade, e sim prejuízos. Agora, seis meses depois, a história tem um novo capítulo. O carnaval do Rio de Janeiro é a festa popular mais famosa do mundo, e a cada ano milhões de reais giram em torno do turismo promovido pelo evento.