Prefeito Buligon representa o Brasil na Cúpula Mundial de Cidades - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Prefeito Buligon representa o Brasil na Cúpula Mundial de Cidades

Cúpula debate o futuro dos municípios

Foto: Secom/Chapecó

Chapecó é o único Município do Brasil na 10ª Cúpula Mundial das Cidades (10th World Cities Summit – WCS), que acontece até sexta-feira (12), em Medellín, na Colômbia, com importantes debates sobre o futuro dos Municípios. O Prefeito de Chapeco, Luciano Buligon foi recebido na manhã desta quarta-feira (10), pelo Prefeito de Medellín, Federico Gutiérrez, no Centro de Convenções Plaza Mayor, sede da Cities Summit.

Exemplos e soluções mundiais de crescimento e sustentabilidade estão sendo apresentados em forma de cases e iniciativas para as cidades do futuro. A edição de 2019 é a primeira a ser sediada na América Latina. Buligon foi uma das 300 autoridades mundiais convidadas, e tem sido procurado pela imprensa de todo o mundo em território colombiano.

O Prefeito de Chapecó tem dividido sua explanação em dois momentos. Mesmo com o interesse de todos por causa do acidente da Chapecoense, em 2016, o que tem elevado o debate nos encontros, conversas e entrevistas, são as lições que Chapecó exporta, como o Programa Lixo Zero Chapecó, a economia competitiva pelo agronegócio e cooperativismo, e a administração transparente e focada nas pessoas.

Foi numa entrevista para a revista Time, dos Estados Unidos, que Buligon lançou o desafio mundial de transformar as cidades de médio e pequeno porte, em Lixo Zero até 2030, assim como a meta que Chapecó já assumiu. “Esse evento mundial nos dá a oportunidade de difundir as virtudes das cidades. Trouxemos exemplos e vamos levar soluções para implantar em nossos municípios”.

E foi numa entrevista ao vivo para o canal Telemedellin que Buligon reforçou o agradecimento dos chapecoenses por tudo que a cidade fez no momento mais dolorido da história de Chapecó, e relembrou o carinho e a solidariedade que recebeu na ocasião. “Com muito amor, e em menos de 24 horas, vocês prepararam uma homenagem que impactou o mundo inteiro. Foi o abraço dos colombianos e a solidariedade mundial que nos deu a condição de reconstruir”, destacou o representante brasileiro.

Buligon falou também dos movimentos sociais e políticos que precisam cada vez mais chegar ao cidadão. Os dois  destacaram que ambientes como a Cúpula são fundamentais para superar questões administrativas e elevar a credibilidade das decisões. “Precisamos promover uma revolução ética, e aqui no Cities Summit temos a oportunidade de presenciar o que o mundo e suas prefeituras têm feito pelos cidadãos”.

Durante esse primeiro dia, Buligon também visitou os expositores mundiais que apresentam tecnologias para a digitalização das prefeituras, recebeu um convite para participar da Festa das Flores, na comunidade de Santa Helena, e se encontrou com o Embaixador do Brasil na Colômbia, Júlio Biteli.



Participação de Chapecó

Na 10ª Cúpula Mundial das Cidades, Chapecó divide com Antuérpia (Bélgica), Santa Ana (Venezuela) e Jacarta (Indonésia), as apresentações no painel das Cidades Livres e Sustentáveis, voltadas para programas e projetos comunitários. Na programação, o Prefeito de Chapecó fará uma abordagem sobre o Programa Chapecó Lixo Zero, aprofundando o conjunto de ações, atividades, técnicas, métodos e inovações que visam envolver a sociedade civil, iniciativa privada e poder público, a reduzir a geração de resíduos sólidos urbanos.

Buligon ainda participa de mesa redonda no dia 12, sexta-feira, que discute alternativas de melhorias para a segurança econômica e ambiental, a partir de uma série de diretrizes. Entre elas, que, no longo prazo, as cidades devem priorizar a sustentabilidade, cuidados com o clima, gerenciamento de recursos hídricos, alimentos e energia. No conclave, o prefeito Luciano Buligon também compõe a programação do Fórum Anual de Prefeitos da WCS (10th WCS Mayors Forum) congresso global exclusivamente para convidados e prefeitos, que discute desafios urbanos urgentes e compartilha as melhores práticas.