Hospital da Criança está sem exame de Raio-X temporariamente - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Hospital da Criança está sem exame de Raio-X temporariamente

Em nota, a unidade explicou os motivos e o sistema que foi adotado provisoriamente

O Hospital da Criança Augusta Muller Bohner (Materno – Infantil) está sem o exame de Raio – X, temporariamente. Pacientes que necessitarem do procedimento, são encaminhados ao Hospital Regional do Oeste (HRO), com uma ambulância da unidade, em seguida retornam para o HC. O sistema deve ser restabelecido ainda nesta quarta-feira (21). 

Conforme a assessoria de comunicação da unidade, o Hospital da Criança mantém o Raio-X em funcionamento, entretanto, no equipamento analógico.“O sistema digital foi instalado há 18 meses e nunca houve paralisação do serviço. Esta foi a primeira vez que aconteceu pane eletrônica na leitora de CR (radiografia digital)”, informou a nota enviada ao Clic RDC.

Ainda conforme a unidade, para reativar o sistema analógico – que há 18 meses estava desativado – foi necessário efetuar processamento de limpeza com produtos químicos específicos durante dois dias. “Nesse período os exames foram realizados no HRO. Atualmente o HC está com o serviço  mantido ainda pelo sistema analógico, no sistema de filme úmido”, pontuou.

Contudo, a nota respondeu outros questionamentos sobre o assunto.

Desde quando o está sem o exame?

R.: Os exames continuaram sendo realizados, mesmo nos dois dias em que o equipamento apresentou falhas. Nesse período os exames foram realizados no HRO.

Tem uma previsão para que o equipamento seja arrumado?

R.: Sim, a equipe técnica da empresa especializada no serviço de Raio-X digital, oriunda de Porto Alegre está trabalhando para que o equipamento retorne a pleno funcionamento no sistema digital.

No HRO estão sendo feitos raio X?

R.: No caso do HRO, os serviços de Raio-X estão a pleno atendimento.

As pessoas podem ir direto até o HRO?

R.: Se o paciente deu entrada no pronto socorro do HC, não. Uma vez assistido no Hospital da Criança, o paciente é responsabilidade do mesmo, sendo encaminhado via transporte adequado e respectiva assistência até a unidade de referência que o caso requeira.

Quando é feito o transporte de pacientes de um hospital para outro qual é o tempo estimado para o transporte?

R.: O transporte é efetuado sempre que a conduta médica assim o exigir. Depende do fluxo de demanda por transporte de paciente de uma unidade para outra. Há uma ambulância 24 horas à disposição no HC.

Algumas pessoas reclamam da demora, por que ela acontece?

R.: Os atendimentos passam inicialmente pelo sistema de classificação Manchester. A prioridade da assistência médica são casos de urgência/emergência.